Blog Casamundi

[mkdf_section_title title_text_transform=”capitalize” title_text_align=”center” title_size=”medium” title=”De Curitiba à Mata Atlântica, de trem” title_color=”#007c0e”][mkdf_section_subtitle text_align=”center” text=”por Catiane Marques”]

Eu já conhecia Curitiba, mas nunca consegui tempo para fazer este passeio tão lindo. Neste ano de 2019, meu filho Matheus completou nove anos de idade e resolvemos viajar ao invés de fazer festinha. Queríamos algo mais intimista, um tempo para nós dois. Então, surgiu a ideia de fazermos a viagem de trem entre Curitiba e Morretes, pela Serra do Mar. Conhecer esse roteiro e viver este momento com meu filho, em meio à natureza, foi perfeito para comemorarmos esta data especial. Ele nunca havia viajado de trem!

Saímos de Porto Alegre no dia 12 de abril, uma sexta-feira, e chegamos bem cedinho em Curitiba. Nos acomodamos no hotel, descansamos um pouco e fomos visitar o Centro Histórico, Praça Tiradentes, a Rua das Flores e a Rua 24 horas, onde lanchamos. Não queríamos chegar muito tarde ao hotel para estarmos bem descansados para o dia seguinte: o grande dia.

No sábado, dia 13, aniversário do Matheus, nosso dia foi dedicado ao passeio de trem. A viagem entre Curitiba e Morretes dura cerca de 4 horas e se dá em meio a cachoeiras e trechos de Mata Atlântica. Foi um passeio culturalmente também muito rico. Não é cansativo, devido à habilidade do guia, que faz pequenas interrupções na viagem para falar sobre a história das duas cidades e as lindas paisagens pelo caminho.

Como o dia era de festa, fomos jantar em um restaurante chamado Brisket Smokehouse, muito legal, divertido e com música ao vivo. Indico bastante.

Para completar a viagem, no domingo de manhã fomos na Feira do Largo da Ordem conhecer o artesanato local. Assistimos a uma peça infantil. O espetáculo era belíssimo e gratuito, falava sobre “Sonhos”. O Matheus amou, e eu mais ainda. Era um teatro de fantoches, com um único e habilidoso ator que manipulava vários personagens. De tarde, fizemos um city tour cultural por Curitiba, com motorista guia, em privativo.

Visitamos a Ópera de Arame, onde assistimos a um concerto musical maravilhoso. Conhecemos ainda: o Museu Oscar Niemeyer (MON), o Bosque do Alemão, o Museu Botânico, o Parque Tanguá, entre outros. Nesta noite, resolvemos pedir uma pizza no hotel e descansar, pois o dia havia sido intenso.

No dia 15 de abril, fomos comprar o presente de aniversário do Matheus e de tarde nos despedimos da cidade.

A viagem toda foi incrível. Por vários motivos, o passeio vale muito à pena! Curitiba é um local belíssimo, com muitos parques abertos, atrativos gratuitos e o trem, então, é super. Foi um dos melhores momentos que tivemos juntos.

[mkdf_image_gallery type=”image_grid” column_number=”2″ spacing=”medium” hover_click_action=”none” grayscale=”no” images=”29693,29694,29695,29696,29697″ image_size=”600×400″]
[mkdf_separator position=”center”]

Catiane é consultora de viagens na Casamundi e fez este passeio em abril de 2019. Ela conhece vários destinos no Brasil, além de Portugal, França, Peru, Uruguai, Chile e Argentina. Um roteiro que sonha conhecer nos próximos anos inclui o interior da Bélgica e a Holanda.